Inscreva-se na nossa Newsletter

    Desejo receber e-mails sobre

    aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
    * Campos obrigatórios
    Disponível no:
    Termos de uso

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Termos de privacidade

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Quero Investir

    Preencha os dados para ver as formas de investimentos:

      aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
      * Campos obrigatórios

      Palavra do Gestor – Dezembro 2020: Bons retornos e haute cuisine: tudo a ver

      Prezados investidores,

      Nesta resenha, percorremos a segunda etapa da jornada que começou na segunda parte da resenha de agosto, divulgada em 25 de setembro, quando apresentamos 12 empresas integrantes de nossas carteiras. Agora, voltamos a apresentar fundamentos de empresas investidas, trazendo alguns nomes ainda inéditos. Nosso objetivo é transparência na relação com nossos investidores, que confiam em nossa gestão, mas ficam curiosos com os temperos usados pelo chef, que tornam tão diferentes os “sabores” que a eles servimos (claro que nos referimos ao desempenho de nossos fundos e às empresas que compõem as carteiras).

      Bem, um desses temperos é o processo de avaliação que utiliza a ferramenta EVA – sigla em inglês que significa Valor Econômico Adicionado. Trata-se de um preceito básico na gestão de qualquer negócio. Um chef que cozinha sem arriscar arruinar o prato (destruir capital e valor dos recursos dos acionistas). Usamos muito também um condimento bastante fino: a observância às melhores práticas de ESG, o sal de todo alimento. Não economizamos na importância dada aos dividendos, nos quais está o real valor nutritivo do prato, mas que a maior parte dos investidores relega.

      Nesta (extensa) resenha, mostraremos nossos temperos – mas não todos, claro; alguns fazem parte daqueles toques altamente especiais que formam a excelência de uma cozinha. Também não podemos entregar a receita – lógico: porções, quantidades e proporções são segredos do chef e de seus auxiliares. Mas o que apresentaremos certamente dará água na boca de nossos investidores, à medida em que os pratos forem sendo servidos ao longo dos meses – nas cotas de nossos fundos.

      Clique aqui e leia mais.

      Inscreva-se na nossa Newsletter

        Desejo receber e-mails sobre

        aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
        * Campos obrigatórios
        Disponível no:
        Termos de uso

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Termos de privacidade

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Confira as entidades que a Trígono Capital apoia: