Inscreva-se na nossa Newsletter

    Desejo receber e-mails sobre

    aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
    * Campos obrigatórios
    Disponível no:
    Termos de uso

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Termos de privacidade

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Quero Investir

    Preencha os dados para ver as formas de investimentos:

      aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
      * Campos obrigatórios

      RESENHA MENSAL – FEVEREIRO 2022: “Ei, você aí! Me dá uma ação aí, me dá uma ação aí?”

      Prezados investidores,

      Observando o comportamento do mercado desde o segundo trimestre de 2021, e em especial no período entre outubro e o mês passado, não pude evitar a lembrança da marchinha de Carnaval que inspirou o título desta Resenha. Me Dá Um Dinheiro Aí foi composta em 1959 pelos irmãos Homero, Glauco e Ivan Ferreira, e foi originalmente gravada pelo humorista e cantor Moacyr Franco, pelo selo Copacabana, no mesmo ano.

      A canção tem origem no programa de TV “Rio, Te Adoro”, no qual o então principiante Moacyr Franco alternava humor e números musicais – ele se tornaria ainda uma das principais atrações de “A Praça da Alegria”. Num quadro humorístico escrito por Glauco Ferreira, o ator Iran Lima comentava com a esposa o fato de muitos mendigos estarem pedindo esmolas na rua. A esposa comenta que isso era um exagero. Mas, ao abrir a porta de um armário, o marido encontra Moacyr Franco, que interpretava o Mendigo, um dos personagens que o fizeram famoso – e então dispara o bordão: “Ei, voce aí, me dá um dinheiro aí?”. O público vinha abaixo em gargalhadas. A marchinha inspirada nesse quadro tornou-se a mais tocada no carnaval de 1960 e até hoje embala nossos salões e festas de Carnaval.

      A letra, como todos se recordam, diz: “ Não vai dar, não?/Você vai ver/A grande confusão”.

       

      CLIQUE AQUI e leia mais.

      Inscreva-se na nossa Newsletter

        Desejo receber e-mails sobre

        aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
        * Campos obrigatórios
        Disponível no:
        Termos de uso

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Termos de privacidade

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Confira as entidades que a Trígono Capital apoia: