Inscreva-se na nossa Newsletter

    Desejo receber e-mails sobre

    aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
    * Campos obrigatórios
    Disponível no:
    Termos de uso

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Termos de privacidade

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Quero Investir

    Preencha os dados para ver as formas de investimentos:

      aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
      * Campos obrigatórios

      RESENHA MENSAL – JANEIRO 2021: Entre mortos e feridos, salvaram-se todos? Na Trígono, sim.

      Inicialmente, àqueles que já navegavam conosco nesta longa jornada, que até aqui enfrentaram e atravessaram tempestades e resistiram ao canto da sereia do market timing, agradecemos a confiança em nossa gestão.

      Aos que recentemente embarcaram numa nova jornada em nossa companhia, estendemos igualmente nossos agradecimentos. Os resultados de nossos fundos mostram que tanto aqueles que não desembarcaram para tentar um caminho mais rápido quanto os que embarcaram, apesar dos tempos incertos, fizeram a escolha certa.

      Mais um ano se inicia, icemos velas e âncoras, pois, como diria Fernando Pessoa, navegar é preciso, viver não é preciso. O sentido do verso é outro – veja o final da resenha – mas pelo valor de face, cabe aqui.

      Mas antes que prossigamos, o título desta resenha merece um comentário, talvez uma explicação. Para isso, peço licença e alguma paciência ao prezado leitor.

      Vivemos em tempos em que percepção, se não é tudo, desempenha um papel de bastante (bastante!) peso. E os tempos são de pandemia de covid-19. No momento em que este texto está sendo escrito, já se contam entre os brasileiros quase 203 mil mortos e 8,1 milhões de infectados, por uma doença que, no mundo, já vitimou quase 2 milhões de pessoas, infectou cerca de 90 milhões (os números são da Organização Mundial da Saúde) e desafia controles e os melhores esforços de cientistas, médicos, enfermeiros, governos. Quando o leitor chegar a este ponto, estes números já terão sido superados na ordem de alguns (muitos?) milhares.

      Sabemos também que entre nossos leitores e investidores talvez se encontrem alguns que possam ter sofrido a trágica e irreparável perda de um ente querido ou pessoa próxima para a covid-19, ou que talvez estejam lidando, eles próprios, com sequelas por ela deixadas.

      Portanto, se a alguém o título desta resenha de algum modo soa frio, ou de qualquer forma inadequado, desde já ficam aqui manifestas as nossas sinceras desculpas. Manifesto ainda os sentimentos de todos nós na Trígono às famílias enlutadas ou que sofreram consequências danosas relacionadas. Nunca esteve nas intenções deste autor minimizar ou sequer sugerir que a tragédia imposta pela pandemia teria menos peso. Muito ao contrário.

       

      Clique aqui e leia mais.

      Inscreva-se na nossa Newsletter

        Desejo receber e-mails sobre

        aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
        * Campos obrigatórios
        Disponível no:
        Termos de uso

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Termos de privacidade

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Confira as entidades que a Trígono Capital apoia: