Inscreva-se na nossa Newsletter

    Desejo receber e-mails sobre

    aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
    * Campos obrigatórios
    Disponível no:
    Termos de uso

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Termos de privacidade

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Quero Investir

    Preencha os dados para ver as formas de investimentos:

      aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
      * Campos obrigatórios

      RESENHA MENSAL – JULHO 2021: “CONFIANÇA É UM CONTRATO SEM ASSINATURA”

      Para explicar, façamos um pitstop para examinar uma brevíssima definição e uma palavra (e quem nos acompanha sabe que tenho um fraco por palavras). A atividade de gestão de recursos de terceiros é um negócio fiduciário – e este último termo deriva da palavra fidúcia. E agora estamos no ponto em que se pode ouvir algum leitor perguntar: afinal, o que significa a palavra “fidúcia”?

      Fidúcia é uma palavra que vem do latim confidere – que significa confiança, segurança, lealdade, em que se credita boa-fé. É o que está na base da relação que uma pessoa (o “fiduciante”) estabe- lece com outra (o “fiduciário”) quando ambas pactuam uma obrigação.

      O primeiro semestre se encerra com dois de nossos fundos tendo completado três anos de lançamento e com todos os fundos da casa destacados como os melhores nas seis diferentes categorias em que se inserem. Grande parte disso se deve à fidúcia, entre nossos sócios e da parte de nossos diversos parceiros.

      Isso requer que contemos um pouco mais de nossa história:

      Tudo começou em 1989, quando os sócios fundadores da Trígono se conheceram profissionalmente no banco Chase Manhattan, sediado à esquina das ruas Álvares Penteado e Quitanda, quase ao lado da anti- ga Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), do “centro velho” da capital paulista. No intervalo do almoço, assistiam ao pregão no “aquário” – que então era 100% viva voz, e no qual havia um enorme monitor que exibia a cotação das ações, cujos preços se alteravam freneticamente. Werner – então com apenas sete anos de experiência – aproveitava para introduzir o jovem amigo Freddy ao mercado. Julgava-se veterano. Doce e vã inocência.

      Clique AQUI e acesse a resenha completa.

      Inscreva-se na nossa Newsletter

        Desejo receber e-mails sobre

        aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
        * Campos obrigatórios
        Disponível no:
        Termos de uso

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Termos de privacidade

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Confira as entidades que a Trígono Capital apoia: