Inscreva-se na nossa Newsletter

    Desejo receber e-mails sobre

    aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
    * Campos obrigatórios
    Disponível no:
    Termos de uso

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Termos de privacidade

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Quero Investir

    Preencha os dados para ver as formas de investimentos:

      aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
      * Campos obrigatórios

      RESENHA MENSAL – MARÇO 2021: Unus quisque mavult credere, quam judicare

      Prezados investidores,

      Esta resenha coincide com um momento crítico em nossas vidas – tantas dúvidas, medos, decisões a tomar. A covid vai-se alastrando, enquanto a vacina caminha lentamente, mas, talvez seja a única esperança de vencer esta corrida pela vida, pelo menos para uma parte da população, indefesa. Usaremos algumas citações do grande sábio e filósofo Lucius Annaeus Seneca (Corduba 4 a.c. – Roma, 65). Foi também advogado, escritor e um dos maiores intelectuais do império romano, e como o grande imperador Marco Aurélio já citado em resenha anterior, um estoico. No final desta resenha explicaremos o que foi o estoicismo, escola de filosofia helenística (Grécia), criada no século III a.c., tendo posteriormente Epiteto (também citado em resenha) e Sêneca como grandes representantes, e uma breve biografia deste extraordinário personagem, fonte de inspiração para o presente texto. O estoicismo pode ser encarado como um sistema ou modo de vida para prosperar em ambientes de alto estresse. Alguma coincidência com nossas necessidades atuais?  Entenda os princípios do estoicismo no final.

      A frase título desta resenha significa “Qualquer um prefere crer a julgar por si mesmo”. Assistimos na última semana de fevereiro a um verdadeiro bombardeio pelas diversas mídias de notícias e informações que colocaram em polvorosa o mercado financeiro, não importa se noviços ou experientes gestores, analistas e investidores.

      Na Trígono, passamos ao largo de boatos, fofocas e intrigas. Por isso, este título. Não nos deixamos influenciar por estes tipos de notícias e buscamos capturar janelas de oportunidades que se abrem, como a queda das ações da São Martinho – todos que nos acompanham sabem, presente em nossos fundos. Vamos usar este exemplo para demonstrar o que observamos a respeito do comportamento do mercado.

       

      Clique aqui e leia mais.

      Inscreva-se na nossa Newsletter

        Desejo receber e-mails sobre

        aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
        * Campos obrigatórios
        Disponível no:
        Termos de uso

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Termos de privacidade

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Confira as entidades que a Trígono Capital apoia: