Inscreva-se na nossa Newsletter

    Desejo receber e-mails sobre

    aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
    * Campos obrigatórios
    Disponível no:
    Termos de uso

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Termos de privacidade

    You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

    fechar

    Quero Investir

    Preencha os dados para ver as formas de investimentos:

      aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
      * Campos obrigatórios

      RESENHA MENSAL – SETEMBRO 2019

       

      Prezados Investidores,

      Os últimos meses não têm sido fáceis para os mercados, com investidores nervosos e desorientados por fatores muito mais políticos do que econômicos: Trump com sua vendeta comercial, ataques a refinarias sauditas, confusão sobre o Brexit e atraso na reforma da previdência, todos fatos que chacoalharam a confiança dos investidores afetando as expectativas para a economia como um todo. As emoções à flor da pele afastam os investidores dos fundamentos e afetam diretamente os papéis que compõem nossas carteiras, como alguns dos principais ETFs  de mercados emergentes e/ou small caps. Seus detentores são obrigados a vender suas posições para fazer frente aos resgates daqueles que não podem – ou não querem – esperar a situação melhorar, o que afeta diretamente nossas posições.

      ETFs:Exchanged Traded Fund, ou fundo passive que espelha algum índice.

      Enfim, a palavra aqui é paciência, pois qualquer correção em nossas carteiras é, para o investidor racional, um belo ponto de entrada. Como temos convicção em nossas empresas e em seu desempenho futuro, há a possibilidade de comprar ativos sólidos com maior desconto. Infelizmente, nem todos pensam assim, o que é comprovado por estudos de economia comportamental e seus muitos exemplos que mostram a completa irracionalidade dos investidores na hora de tomar decisões em momentos de tensão. Como dizia Benjamin Graham, “O maior inimigo do investidor é ele mesmo.”  Longo prazo é longo prazo, não só quando o mercado sobe; olhar adiante é um exercício diário de paciência e deve-se aproveitar as quedas para reforçar uma posição.

      Independentemente do prazo, o mais importante é olhar a consistência do gestor. Para medir nossa regularidade, fizemos uma simulação de 30.000 aplicações e 30.000 resgates em nosso Trígono Flagship, com prazos de permanências randômicos, desde a abertura do fundo em abril de 2018 até hoje, comparando os resultados contra o IBOV.

      Segue abaixo:

       

      Leia Mais:

      Resenha – Setembro 2019

      Inscreva-se na nossa Newsletter

        Desejo receber e-mails sobre

        aceito Li e aceito os termos de uso e de privacidade *
        * Campos obrigatórios
        Disponível no:
        Termos de uso

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Termos de privacidade

        You won't be able to dismiss this by usual means (escape or click button), but you can close it programatically based on user choices or actions.

        fechar

        Confira as entidades que a Trígono Capital apoia: